Audiometria Tonal e Vocal

Os exames de audiometria tonal e vocal avaliam e determinam os limiares auditivos do indivíduo e sua capacidade de ouvir e entender a fala. São testados vários tipos de sons (tons puros), desde os mais graves até os mais agudos (dentro da faixa de audibilidade do ouvido humano). Através deles, é possível dizer se o paciente apresenta limiares auditivos normais ou perda auditiva, que pode ser do tipo condutiva (na passagem do som), neuros sensorial (quando envolve perda de células no ouvido interno) ou mista (quando há presença de ambos fatores). Assim que diagnosticado o tipo e o grau da perda, o melhor tratamento poderá ser escolhido para cada caso, tais como: uso de medicamentos, adaptação de aparelhos auditivos de amplificação sonora individual, cirurgias e implante coclear.

São exames simples e subjetivos, mas que requerem a colaboração do paciente e precisa de suas respostas. Deve ser realizado em salas ou cabines acústicas, com audiômetro devidamente calibrado e profissional habilitado (médico ou fonoaudiólogo).

Não exige nenhum preparo específico, exceto em exames ocupacionais, necessitando de repouso auditivo de no mínimo 12 horas. Antes de realizar os exames o fonoaudiólogo deverá fazer uma inspeção do meato acústico externo para visualizar se há presença de cerumem ou outra obstrução que atrapalhe a passagem do som. Quando houver qualquer empecilho, o paciente deverá ser encaminhado para o Otorrinolaringologista para resolução do quadro e posterior avaliação. Pode ser realizado em crianças, com uso de técnicas específicas e de forma lúdica.

A audiometria vocal é subdivida em limiar de reconhecimento de fala e índice percentual de reconhecimento de fala. Sempre deve ser realizada após a audiometria tonal. Seus resultados complementam e corroboram o primeiro exame, medindo em decibéis a capacidade do indivíduo de ouvir e entender a fala.

Apesar de parecer simples, estes exames são o padrão ouro na avaliação auditiva. Nenhum outro exame é capaz de dar tantas informações quantitativas e qualitativas sobre a audição do paciente.